Folha de caneleira (Cinnamomum Zeylanicum)

Picante, amadeirado, acanelado, metálico.

Origem

A caneleira é de origem indonésia e indiana. O Sri Lanka é seu principal produtor.

Método de extração

Destilação com vapor d’água somente das folhas secas e dos galhos novos. No entanto, todas as partes da árvore são aromáticas: as folhas (cravo da índia), as raízes (cânfora), a casca (canela para a perfumaria e alimentação). A semente dos frutos produz um excelente óleo (cera de canela) usado na fabricação de velas aromáticas. A árvore cultivada é regularmente cortada a uma altura de 2 m para facilitar a colheita dos galhos e das folhas.

Uso

A essência da folha de caneleira é usada na perfumaria tradicional para alterar as notas picantes e orientais, na fabricação de sabonetes (pois é menos dispendiosa do que a essência de canela) e na alimentação: Em pequenas quantidades em bombons, gomas de mascar, carnes, condimentos e em pratos da alta culinária.

Valor e História

De todas as especiarias, a canela é a mais antiga. Era utilizada na China 5.000 anos antes de nossa era; há 2.000 anos, fazia parte do comércio em todo o Mediterrâneo. É mencionada várias vezes na Bíblia sob o nome da Kinamom. A cultura da canela começou no ano de 1275 no Ceilão. A canela favorece a digestão e possui propriedades anti-sépticas. Ela concede disposição física e coragem.

Antonio

Você não encontra o seu perfume?

Mostrar mais

Nenhum resultado para esta pesquisa

Explorar mais fragrância ?

Discover lança através de uma marca específica ou a família olfativa dependendo da sua preferência

Refinar a seleção